15/03/18

IMPOSTO DE RENDA A RESTITUIR

No período de março a abril de cada ano é muito comum conversarmos sobre o preenchimento da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda da Pessoa Física.

Para quem possui imposto a restituir há uma pressa natural em enviar as informações para a Receita Federal com o objetivo de receber a restituição o quanto antes.

Também é comum a abordagem dos bancos oferecendo a famosa “antecipação da restituição”, que na verdade para o banco é uma operação de empréstimo com taxas de juros que variam entre 1,79% a 3,13% a.m.

Como o valor a ser restituído pela Receita Federal é remunerado pela taxa SELIC, é importante o contribuinte analisar se realmente é vantajoso tomar este empréstimo junto ao banco, e ainda avaliar o risco da Receita Federal de não liberar a restituição do imposto de renda no prazo necessário.

A Educação Financeira é algo mais do que controlar a planilha de receitas e despesas. É muito importante saber todas as informações que afetarão o seu dinheiro no tempo para tomar a melhor decisão financeira para você e sua família.