13/09/18

PIS/Pasep começa a ser pago em bancos privados

Correntistas receberão as cotas do PIS/Pasep automaticamente

Correntistas dos bancos Bradesco, Itaú Unibanco, Santander, Bancoob, Sicredi, Mercantil, Banestes e BRB já começaram a receber as cotas do PIS/ Pasep automaticamente em suas contas. Antes, o depósito automático só estava disponível para os clientes da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil. As cotas referentes ao Pasep (devida a servidores públicos) já estão sendo depositadas. Já as do PIS, para trabalhadores do setor privado, começam a cair na conta hoje.

O acordo para que as instituições financeiras consigam fazer os depósitos automáticos das cotas do PIS/Pasep nas contas de seus clientes foi firmado no fim de agosto. Segundo o Ministério do Planejamento, dos 16,3 milhões de cotistas do Fundo PIS/ Pasep com menos de 60 anos (os chamados cotistas de todas as idades), 9,5 milhões já resgataram seus recursos. Ou seja, 6,8 milhões ainda têm dinheiro a sacar. O prazo terminará no próximo dia 28. A Caixa e o BB são os agentes operadores do Fundo PIS/Pasep e já efetuaram o crédito automático nas contas de seus respectivos clientes em 8 de agosto. Quem não recebeu deve procurar o banco para verificar se os dados pessoais estão corretos ou se não faltam documentos, como o CPF.

RENDIMENTOS ANUAIS

Tem direito de sacar o dinheiro quem tinha emprego formal entre 1971 e 1988, em empresas privadas ou no setor público, sem limite de idade. As cotas do PIS/Pasep foram depositadas pelos empregadores (empresas privadas e governos) em nome dos trabalhadores no período de 1971 a 1988. Essas contas, porém, tornaram-se inativas a partir da Constituição Federal, de 4 de outubro de 1988, pois pararam de receber depósitos. A partir daí, os trabalhadores que tinham esses saldos passaram a receber apenas os rendimentos anuais.

Inicialmente, o dinheiro só podia ser resgatado a partir dos 70 anos de idade ou em caso de aposentadoria ou doença grave. Recentemente, o governo federal decidiu flexibilizar as regras. Primeiro, reduziu a idade mínima de saque para mulheres e homens com mais de 62 anos e 65 anos, respectivamente. No início deste ano, diminuiu ainda mais a idade para o saque, para 60 anos. E, em junho, abriu o resgate para todas as idades, mas apenas até 28 de setembro.
A partir do dia 29, o benefício voltará a ser concedido exclusivamente aos trabalhadores com 60 anos ou mais, aposentados, pessoas em situação de invalidez (inclusive seus dependentes), herdeiros de cotistas e participantes no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas).

Saiba quem tem direito, como ver o saldo e os prazos

Quem tem direito até dia28: Servidores públicos e empregados da iniciativa privada que trabalharam com registro formal entre 1971 e 4 de outubro de 1988, de qualquer idade.

>Como verificar se você tem algo a receber: Os trabalhadores da iniciativa privada devem consultar o site caixa.gov.br/ cotaspis; e os servidores públicos, bb.com.br/ pasep. É preciso informar o CPF ou o Número de Identificação do Trabalhador (NIS, PIS ou Pasep).

>Depois do dia 28: Só será concedido a trabalhadores com 60 anos ou mais, aposentados, em situação de invalidez, herdeiros de cotistas e participantes no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas). 

(Bruno Dutra - G1)