15/07/19

Juro real cai abaixo de 2%

Essa queda acontece pela primeira vez desde 2012

A taxa de juro real (acima da variação da inflação) caiu abaixo de 2% pela primeira vez desde 2012. Por trás do movimento de queda estão o otimismo com a reforma da Previdência, a inflação controlada e a atividade estagnada. A consequência é uma nova rodada de estímulos que auxiliam, mas não garantem, a retomada do crescimento. Cálculo do Valor Data a partir do contrato de swap de juro de 360 dias, descontada a inflação projetada para um ano, indica que o juro real está hoje a 1,81% ao ano. O único momento em que a taxa foi tão baixa na história recente do Brasil foi entre o fim de 2012 e o início de 2013.

Naquela época, porém, os juros foram reduzidos de forma artificial, na visão de muitos economistas: a Selic caiu a 7,25%, mas a inflação projetada estava em 5% , acima da meta fixada, então, em 4,5% ao ano. Agora, o juro real é o resultado de uma inflação projetada de 3,68%, ou seja, abaixo da meta fixada em 4,25% para 2019, e de um juro nominal implícito no contrato de swap de 5,72%. Esse novo ambiente tem potencial para impactar a economia de forma positiva, na visão do exdiretor do Banco Central Luiz Fernando Figueiredo.   

(Valor)