25/03/21

E-Investidor: Educação Financeira

Dicas de educação financeira que bombaram no 1º ano do E-Investidor. Elas foram selecionadas com base nas matérias mais lidas do portal.

Na última terça o E-Investidor completou um ano de existência. Foram 365 dias de trabalho intenso com muitas matérias e conteúdos fundamentais para os investidores brasileiros.

 Segundo a pesquisa “O bolso do brasileiro”, realizada pelo Instituto Locomotiva, 39% dos brasileiros adiam decisões financeiras pelo medo de encarar o orçamento.

Na terça-feira (23), o E-Investidor completou um ano de existência. Foram 365 dias de trabalho intenso com conteúdos fundamentais para os investidores brasileiros. A equipe fez reportagens sobre os mais diversos assuntos, desde análises com o nosso patrocinador, a Ágora Investimentos, até dicas sobre educação financeira.

Neste primeiro ano, fizemos diversas matérias com o intuito de auxiliar o investidor a tomar decisões melhores. Por isso selecionamos as 10 dicas que mais bombaram no 1º ano do E-Investidor.

Temas como esse são extremamente relevantes, ainda mais pensando que 39% dos brasileiros têm pavor de encarar suas finanças. A pesquisa “O bolso do brasileiro”, realizada pelo Instituto Locomotiva com 1.501 entrevistados a pedido da Xpeed (escola de educação financeira e negócios da XP Inc), constatou que 46% dos brasileiros afirmam ter, frequentemente, ansiedade em relação à sua situação financeira, enquanto 47% dizem se sentir inseguros em lidar com informações recebidas de serviços financeiros.

Além disso, o mais preocupante é que este receio leva 21% dos entrevistados a evitarem abrir boletos e extratos e 39% a adiarem decisões financeiras pelo medo de encarar o orçamento.

Confira as dicas que mais bombaram:

1- Comece com ativos que têm uma volatilidade menor

A primeira dica é do trader Alex Martins, analista CNPI da Fenix Traders. Martins explica que, para aqueles que desejam se aventurar no Day Trade, existem diversos tipos de ativos que podem ser operados na modalidade além dos derivativos, como minidólar e mini-índice.

Investimentos estão sujeitos à oscilação de preços, podendo recair em perdas patrimoniais decorrentes dos riscos a que estão expostos. Consulte os riscos da operação e compatibilidade com o seu perfil antes de investir. A decisão final de proceder com qualquer alocação de recursos será exclusivamente do cliente, observando seu perfil. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura.

Segundo o trader, é melhor começar com ativos que têm uma volatilidade menor e que, em termos de educação financeira, ofereçam lições valiosas sobre como investir. Confira a história do trader.

2 – Aprimore seu conhecimento

Estudar nunca é demais! Hoje em dia, é possível encontrar a maior variedade de cursos online gratuitos sobre os mais diversos temas, inclusive educação financeira. Por isso, aproveite seu tempo livre para aprender alguma coisa nova, ou mesmo aprimorar algo que já é de seu conhecimento. Confira as opções de cursos gratuitos.

3 – Assista a documentários e filmes sobre finanças

Os cursos online não são a única forma de aprender. Às vezes, conseguimos tirar lições dos lugares mais diversos, como por exemplo, filmes e documentários. Além de ser uma ótima opção de lazer, a sétima arte consegue transmitir importantes ensinamentos para os telespectadores. Confira a lista de filmes.

4 – Economize nas compras de supermercado

Com a pandemia provocada pela covid-19, muitas gente teve seus rendimentos prejudicados. Diante desse cenário, uma boa forma de economizar nas compras é fazer a pesquisa de preços, pois só assim será possível identificar se você está, de fato, pagando mais barato. Confira as dicas.

5 – Cuidado com os seus dados

Privacidade na internet não era um assunto muito discutido há alguns anos. Contudo, com o passar do tempo, o tema foi ganhando notoriedade, ainda mais com os vazamentos de informações surgindo na mídia.

Com suas informações privadas, os criminosos podem realizar uma série de contravenções, como solicitar o auxílio emergencial em seu nome. Por isso, redobre a atenção antes de se cadastrar em sites duvidosos e não saia colocando suas informações por aí. Confira se você caiu no golpe do benefício.

6 – Comece a investir

Pode parecer óbvio, mas começar a investir é um grande passo a se tomar. Hoje em dia, os produtos financeiros estão cada vez mais acessíveis para o público geral. Confira como começar a investir com R$ 300.

7 – Cuidado com os golpes

Sempre que houver uma pessoa querendo ganhar dinheiro rápido, na outra ponta terá algum esperto lucrando em cima dela. Inclusive, as fraudes chegaram até o mais novo meio de pagamento do Brasil, o Pix. Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), os golpes envolvendo a modalidade são conhecidos como phishing.

Esse tipo de crime cibernético induz a pessoa a fornecer informações sigilosas ao receber falsas solicitações via e-mail, mensagens no WhatsApp, entre outros. Por isso, desconfie de mensagens enviadas e confira de antemão o endereço do site no qual você está colocando seus dados. Confira os golpes do Pix.

8 – Analise seus gastos

Acompanhar seus gastos é uma tarefa fundamental, pois só assim será possível identificar a necessidade de algum ajuste no orçamento. Além disso, é uma oportunidade para as pessoas avaliarem os seus hábitos de consumo. Confira como refazer as contas.

9 – Compre com sabedoria

Quem não gosta de gastar o suado dinheirinho? Contudo, é preciso usá-lo com sabedoria para não contrair dívidas. Normalmente, na época de fim de ano, o brasileiro tem uma chuva de tentações, que começa na Black Friday e termina somente no natal. Por isso, para não se enrolar e começar o ano com dívidas, confira as dicas para fazer boas compras na internet.

10 – Fuja de investimentos “furados”

Nesta matéria, Nathalia Arcuri, especialista em finanças e CEO da Me Poupe, apresenta aos investidores dicas diferentes do que normalmente vemos por aí. Ao invés de mostrar onde as pessoas devem aplicar seu dinheiro, Arcuri deu seis dicas de onde NÃO investir.   

(Luiz Felipe Simões - E-Investidor)

Para melhorar a sua experiência utilizamos cookies essenciais e de acordo com a nossa Política de Privacidade, ao continuar navegando, você declara que concorda com estas condições.