30/05/18

Como remarcar o atendimento no INSS

Em casos de ausências devido a greve dos caminhoneiros

Os segurados do INSS que têm datas agendadas para entrega de documentos ou realização de perícia devem remarcar o agendamento caso não consigam chegar até os postos de atendimento devido à greve dos caminhoneiros. O reagendamento é necessário para evitar a perda dos atrasados.

Quando o trabalhador tem o benefício que pediu concedido, ele terá direito aos atrasados desde o dia em que entrou em contato com o instituto. No caso de não ir ao INSS e não avisar, o segurado está sujeito a perder a DER (Data de Entrada do Requerimento), usada como base para o pagamento.

O reagendamento deve ser feito pela central 135. O INSS recomenda que isso seja feito em até 24 horas antes do horário marcado. É importante que o segurado deixe claro para o servidor que o atender que deseja reagendar uma data e não desmarcar o pedido do benefício. Se ele cancelar, perderá a data de entrada do requerimento e só conseguirá remarcar o pedido após 30 dias.

Quem já perdeu

No caso de segurados que tinham agendamento, mas perderam o horário devido a problemas no transporte público por conta da greve, também é possível remarcar. Nessa situação, porém, o trabalhador precisará ir até a agência do INSS onde tinha horário, informou a assessoria de imprensa do instituto. É necessário informar o motivo da falta. As agências do INSS no estado recebem segurados sem agendamentos das 7h às 13h. 

(Folhapress)