04/03/20

Bovespa tem queda de 1% mesmo com corte de juros do Fed

Nesta terça, o Ibovespa caiu 1,02%%, a 105.537 pontos.

O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, fechou em queda nesta terça-feira (3), numa sessão bastante instável, com os investidores avaliando as ações das principais economias do mundo para conter o impacto do coronavírus na atividade global.

O Ibovespa fechou com queda 1,02%, a 105.537 pontos. Veja mais cotações. Na mínima do dia, o índice chegou a 104.404 pontos. Na máxima, marcou 108.803 pontos. Já o dólar subiu a R$ 4,51 e renovou o recorde de fechamento pela décima sessão seguida.

Após anúncio de corte de juros nos EUA, Bolsa de SP fecha em queda
A bolsa brasileira seguiu o movimento dos mercados no exterior, que chegaram a reagir positivamente ao corte extraordinário de juros anunciado durante a manhã pelo Federal Reserve (Fed), o Banco Central dos Estados Unidos. Porém, o otimismo foi revertido à tarde em meio às declarações do presidente do Fed, Jerome Powell, de que o vírus representa um risco material para as perspectivas econômicas.

O Fed cortou a taxa básica em 0,5 ponto percentual, para a faixa entre 1% e 1,25%, em resposta aos possíveis impactos do coronavírus na economia do país.

"Os fundamentos da economia dos EUA permanecem fortes. No entanto, o coronavírus apresenta riscos crescentes para a atividade econômica. À luz desses riscos e em apoio ao cumprimento de suas metas de máximo emprego e estabilidade de preços, o Comitê Federal de Mercado Aberto decidiu hoje reduzir a meta" para a taxa de juros, afirmou o Fed em comunicado, após cortar os juros.

(G1)