28/10/20

A importância da educação financeira na melhoria da qualidade de vida

Se você tem passado por dificuldades financeiras, está na hora de criar uma nova realidade, que terá como ponto de partida a educação financeira pessoal.

Você já teve a sensação de que seu salário simplesmente desapareceu e você não sabe como isso aconteceu? Então, muitas pessoas geralmente sabem o quanto ganham, porém não sabem o quanto gastam e nem onde gastam.

A educação financeira é a parte essencial para quem busca valorizar o seu próprio trabalho, a renda e o salário que recebe. Não consiste em somente aprender a poupar, economizar, cortar gastos, acumular dinheiro e investir.

É muito mais do que isso, é ir ao de encontro de uma melhor qualidade de vida, tanto no momento presente quanto no futuro.

Ela ensina a atingir objetivos de vida, por meio de dois pilares básicos: organização dos gastos e planejamento dos seus recursos, buscando encontrar o equilíbrio na sua vida financeira.

Se você não tem limites com seus gastos, não há renda ou salário que aguente, cedo ou tarde a fatura vai chegar mais alta do que sua condição suporta, e nessa hora o desespero vai bater.

O mundo ideal nas finanças seria aquele em que todas as pessoas são conscientes sobre o quanto ganham, sabem economizar, não compram bens por impulso ou que são desnecessários, têm controle sobre o próprio dinheiro, têm as finanças organizadas, têm planejamento de vida, patrimônio, possuem reserva de emergência e muitos investimentos rentáveis. Somando a tudo isso, ainda têm uma ótima qualidade de vida, sobrando tempo para desfrutar das coisas que mais gosta.

Pois bem, mas este cenário está muito longe de ser realidade para a grande maioria dos brasileiros. Infelizmente o resultado é descontrole financeiro e um número muito crescente em dívidas, mesmo para aqueles que possuem uma renda confortável.

A educação financeira é a resposta para todas essas questões acima citadas, ainda que este tema ainda seja um tabu na sociedade.

Ao se tratar de finanças, dinheiro e investimentos, não estamos falando apenas de lucros ou ambição, mas sim de proteção, segurança e qualidade de vida. E quando você sabe lidar com isso tudo, menor serão as chances de passar por apuros financeiros no futuro.

O que realmente significa educação financeira?
Diferente do que muitas pessoas pensam, a educação financeira não é somente aprender a economizar. Ela está relacionada à forma como compreendemos o dinheiro e todas as informações relacionadas a ele; é tornar o indivíduo consciente para todas as decisões que o envolvam, ou seja, que ele seja ciente dos riscos e das oportunidades de todas as ações que venha a tomar.

Pessoas bem sucedidas e independentes financeiramente, provavelmente tiveram uma boa educação financeira desde jovem, ou depois de entrarem em grandes apuros, viram a necessidade de aprender a lidar de verdade com suas finanças pessoais.

Uma boa educação financeira é importante para pessoas em qualquer faixa de renda, não somente para as ricas, e sim para todos que buscam tranquilidade e segurança material para poderem aproveitar a vida do jeito que acharem mais conveniente, e também conquistarem seus objetivos e realizarem seus sonhos.

Entender sobre esse assunto é uma necessidade urgente para todos os brasileiros, e se conseguirmos passar esse conhecimento para as próximas gerações, certamente teremos um futuro melhor para o nosso país, composto por uma sociedade mais próspera e independente.   

(Graziela Ariosi – Portal R7)