11/12/20

A importância da educação financeira

Aprender sobre como gerenciar as finanças, como investir a sua reserva financeira, como avaliar uma tomada de decisão é de grande importância para todos e pode mudar vidas.

A maioria das pessoas “aprendeu” sobre finanças no dia a dia da vida, com erros e acertos pelo caminho e com muitos desafios. Contudo, aprender realmente sobre como gerenciar as finanças, como investir a sua reserva financeira, como avaliar uma tomada de decisão é de grande importância para todos e pode mudar vidas.

Uns dizem que as pessoas que possuem dívidas são por falta de conhecimento financeiro. Diria que alguns sim, mas não a maioria. Muitas dívidas são criadas em momentos de transição na vida (uma separação, um falecimento, a perda de um emprego, abertura de um negócio, entre outros), portanto, nem sempre uma dívida é originada pela falta de conhecimento financeiro, mas para sair dessa dívida você irá com certeza precisar desse conhecimento.

Com isso, seguem abaixo 3 dicas importantes para você buscar se aprofundar sobre finanças para otimizar a sua educação financeira:

À vista ou parcelado:
Saber decidir se uma compra é melhor à vista ou parcelado é muito importante para uma boa organização e para não sair acumulando parcelas e mais parcelas por aí. O primeiro ponto é entender que não é pelo simples fato de que a loja parcela uma compra que você precisa parcelar. Avalie e entenda sempre o seu orçamento do mês, entenda quanto de recurso você tem disponível para pagamentos à vista e se você tiver descontos nessa compra à vista acima de 2% já compensará. Caso não tenha o desconto, você pode pagar no crédito apenas para aproveitar os pontos do cartão e direcionar esse valor já para a fatura do cartão.

Mas por qual motivo 2%? Atualmente a taxa Selic está em 2%a.a, ou seja, se você for aplicar o seu dinheiro hoje irá demorar um ano para render 2%, portanto, se você tiver um desconto acima desse percentual, já será interessante.

Investimentos conservadores:
Os juros Selic estão em sua mínima histórica, mas nem por isso você vai ficar deixando o seu dinheiro parado e sem rendimento. É melhor render pouco e render do que perder oportunidades. Entender sobre os investimentos conservadores irá te ajudar a direcionar melhor as suas reservas e aproveitar os rendimentos de acordo com os seus planos e metas.

Quebre barreiras e busque entender um pouco sobre: títulos públicos, LCA, LCI, CDB, fundos de renda fixa e debentures;

Gestão financeira pessoal:
De nada adianta você estar ciente das duas dicas acima e continuar gastando sem nenhuma organização e planejamento, não é mesmo? É importante entender sobre como gerenciar as suas finanças no dia a dia, como definir limites de gastos e estruturar os seus planos e metas para consumir sem culpa e alcançar melhores resultados financeiros para o seu dia a dia hoje, suas metas de médio e longo prazo.

E aí, vamos dar o próximo passo e buscar saber mais sobre esses tópicos?   

(Aline Rodrigues – Pleno News)